Sobre a Vila Céu do Mapiá

A Vila Céu do Mapiá é uma comunidade intencional e tradicional localizada na Floresta Nacional do Purus, área protegida com 256 mil hectares, no sudoeste do estado do Amazonas, no Brasil.

Fundada em 1983, é resultado do trabalho comunitário desenvolvido desde 1974 na área rural da cidade de Rio Branco, estado do Acre, por um grupo formado por seringueiros e trabalhadores rurais motivados e unidos pela tradição espiritual do Santo Daime, e organizados sob a liderança e presença inspiradora de Sebastião Mota de Melo, o Padrinho Sebastião (1920-1990).

A comunidade surgiu com o objetivo de vivenciar o desenvolvimento humano e espiritual em um novo sistema de vida comunitário, justo, em harmonia e nutrido pela Floresta, como uma alternativa experimental de soluções para a atual crise ambiental, socioeconômica e cultural.

Com o tempo, esta experiência atraiu pessoas de diversos outros locais, promovendo um rico intercâmbio social e cultural. Atualmente, sob a liderança da Madrinha Rita Gregório, do Padrinho Alfredo Gregório de Melo e do Padrinho Valdete Gregório de Melo, o Céu do Mapiá, com cerca de 600 moradores, apresenta um bom nível de organização social, com diversos grupos e organizações locais, que enfrentam o desafio de desenvolver soluções criativas e sustentáveis para o bem-viver na maior floresta do planeta.

A comunidade envolve também a Fazenda São Sebastião, povoado irmão situado na boca do igarapé Mapiá. A Vila Céu do Mapiá é a sede mundial da Igreja do Culto Eclético da Fluente Luz Universal Patrono Sebastião Mota de Melo.

Visão

“Agora vai acontecer o Novo Mundo. Que eu disse que é: nova vida, novo povo e novo sistema! Aí já é uma coisa muito, muito diferente desse mundo velho, né?” (Padrinho Sebastião Mota de Melo)

O nosso sentido comunitário é fruto do verdadeiro trabalho espiritual de Sebastião Mota de Melo, do seu projeto de vida que dimensiona a Amazônia como um lugar que irá receber muita gente que busca uma vida sem ambição e com compreensão espiritual, uma vida educada e separada de muitas ilusões. Uma vida que escute a voz do equilíbrio, a voz de quem domina a natureza, domina a terra e domina a geração que vai se adequar ao sistema do terceiro milênio. A ponte para esse estado de consciência é o melhoramento e a expansão que já está acontecendo. O chamado está sendo feito, a floresta está aqui, temos que saber viver nela e plantar para que não nos falte nada. Sem dúvida, falta um melhoramento para se chegar dentro do equilíbrio da própria Natureza que tudo sustenta e faz brotar .”
(Padrinho Alfredo Gregório de Melo)

Missão

“O propósito da Vila Céu do Mapiá é o desenvolvimento espiritual. Existe para ser um centro de cura. É a realização da Doutrina no plano social (igualdade, fraternidade/comunidade) e ecológico (preservação e reflorestamento). O Céu do Mapiá é uma célula social da Doutrina Daimista, tem na Vila seu domicílio, sede do centro Eclético”

“Para criar uma nova vida espiritual, vivermos unidos, longe da cidade e da ilusão, porque o povo ia aumentar”

 “Reunir o povo do Padrinho, viver dos recursos naturais, plantar e ser unido”

“Nova vida, novo tempo.”

Fonte: Plano de Desenvolvimento Comunitário da Vila Céu do Mapiá, 2004.

Menu