Comunicado Oficial da ICEFLU para todas as Igrejas afiliadas

Comunicado Oficial da ICEFLU para todas as Igrejas afiliadas

O Conselho Doutrinário e a Diretoria Executiva da ICEFLU, em função do alastramento do vírus COVID-19 em nosso país, resolve, através deste comunicado, estabelecer algumas orientações para nossas igrejas associadas>

CONSIDERANDO:

  • Que a seriedade deste momento que atravessamos nos exige primeiramente e antes de tudo, muita calma e serenidade, fé em Deus, nos nossos guias e em nossa Doutrina;
  • Que a OMS recentemente declarou o atual surto deste vírus como uma pandemia;
  • Que o conhecimento adquirido no começo deste surto epidmológico nos permite, com base científica, fazer projeções do crescimento exponencial de contaminação que ele poderá ter nos próximos dias e semanas;
  • Que em muitas regiões do país a contaminação já se tornou comunitária, o que permite supor que ela em breve alcance regiões ainda não atingidas;
  • Que provavelmente as autoridades federais, estaduais e municipais deverão anunciar progressivamente novas restrições às que já se encontram em vigor;
  • Que uma das principais e mais eficazes medidas neste momento para conter que o vírus se alastre é o controle e restrição de locomoção, viagens, reuniões, aglomerações, etc;
  • Que além da precariedade da estrutura sanitária e hospitalar do nosso município, a comunidade não dispõe de meios de fazer frente à esta pandemia, devendo por isto, orientar todos seus esforços no sentido da prevenção;

NESTA MEDIDA, PROPOMOS:

  • Que as diretorias das nossas igrejas se reúnam para estabelecer protocolos gerais dentro da linha sugerida por este comunicado e outros, dependendo das condições locais;
  • Que estejam também receptivos para o cumprimento das determinações e protocolos que foram anunciados pelas autoridades de saúde;
  • Que mesmo em áreas onde ainda não houver risco iminente que motive a interrupção de trabalhos, já se tome medidas de controle, restrição ou mesmo cancelamento de visitantes;
  • Nas áreas de maior risco, recomenda-se a suspensão dos trabalhos por tempo indeterminado;
  • Que estas medidas protetivas sejam reavaliadas periodicamente, no caso de houver necessidade de relaxá-las e/ou aprofundá-las;
  • Que no caso de suspensão dos trabalhos, haja um esforço criativo por parte dos Conselhos das Igrejas, no sentido de atendimento de demandas de emergência  espiritual da Irmandade: casos de cura, reuniões familiares, etc
  • Que do ponto de vista das visitas e peregrinações à nossa sede Matriz no Céu do Mapiá, estamos orientando e desestimulando a vinda de estrangeiros e locais, podendo, a partir da próxima semana a cancelar toda a visitação por prazo indeterminado;
  • Que qualquer exceção emergencial, ou de algum visitante já em trânsito, será necessário entrevista de avaliação no escritório de Boca do Acre e quarentena de pelo menos 7 dias nesta cidade;
  • Que a AMVCM e sua  Gestoria de Saúde devem providenciar imediatamente o anúncio de regras e formas de sua  implementação  aos deslocamentos de seus moradores e principalmente fiscalização nos movimentos de transporte, canoas e chegada de trabalhadores nas obras da Igreja;
  • Que os trabalhos previstos no Calendário da Vila Céu do Mapiá permaneçam ainda mantidos para os moradores, até posterior avaliação;
  • Que estamos monitorando e avaliando a situação e poderemos anunciar brevemente mudanças inclusive na programação do Calendário de Eventos do Centenário do Padrinho Sebastião;

Estamos cientes dos transtornos que tudo isto possa causar aos nossos irmãos e irmãs mas temos certeza que, assumimos estas medidas pelo bem da nossa própria Irmandade, certos de que, caso tudo isto aconteça, estaremos apenas adiando os festejos programados para uma ocasião mais propícia, o que será anunciado em seu devido momento;

Viva nossa Irmandade!

Viva o Centenário do Padrinho Sebastião!

Conselho Doutrinário

Diretoria exeutiva

Últimas Notícias

Menu